22 de outubro de 2014

Aprovada a versão DIS da ISO 9001:2015

A ISO/DIS 9001:2015 acabou de ser aprovada. Isso significa que a nova norma pode agora avançar para o estágio FDIS - Final Draft International Standard, cuja publicação está prevista para março de 2015.

Saiba mais no Informe QSP desta semana.



10 de outubro de 2014

O efeito de um risco é sempre e totalmente negativo?

A atual definição de risco conforme a norma ISO 31000 (efeito da incerteza nos objetivos) levanta a seguinte questão: o efeito de um risco é sempre e totalmente negativo?

Especialmente por causa das novas ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015, essa questão no momento é motivo de longos debates entre profissionais de várias áreas, o que na prática poderá ter implicações profundas sobre a forma como a Gestão de Riscos é vista e implementada numa organização.

A apresentação a seguir do Dr. David Hillson (Extending the risk process to manage opportunities) resume muito bem como nós do QSP enxergamos a relação entre os conceitos de risco, ameaça e oportunidade (para os leitores das áreas de Qualidade, Meio Ambiente, etc., estamos nos referindo à seção 6.1 das novas normas ISO).

Enfim, a proposta do QSP para as organizações e profissionais de todas as áreas é que utilizem exatamente o mesmo processo de Gestão de Riscos recomendado pela ISO 31000, tanto para gerenciar riscos associados a ameaças como para gerenciar riscos associados a oportunidades!




8 de setembro de 2014

Ações para tratar OPORTUNIDADES... Esta sim é a grande novidade na ISO 9001:2015 e outras normas de sistemas de gestão!

O mais recente documento sobre "Risco na ISO 9001:2015", lançado pelo ISO/TC 176, não deixa dúvidas de que o conceito de risco nos futuros sistemas de gestão da qualidade (SGQs) deverá ser considerado fundamentalmente como uma abordagem (negativa) para "evitar ou reduzir efeitos indesejáveis​​", apesar de o referido documento afirmar também que uma oportunidade pode ser "às vezes, vista como o lado positivo do risco".

Mas, se todas as novas normas de sistema de gestão exigem que "riscos e oportunidades" devem ser tratados, como você gerencia oportunidades em sua organização? Mais especificamente:

- Que princípios, estrutura e processo você utiliza para gerenciar oportunidades?

- A identificação, análise, avaliação e o tratamento de oportunidades estão sistematizados em sua organização?

- A sua empresa definiu os "critérios de oportunidade" (contra os quais a significância de uma oportunidade é avaliada)?

- Quais as técnicas que você utiliza para avaliar oportunidades?

- Quais as opções de tratamento que a sua organização considera para buscar uma oportunidade?

- Será que os auditores serão capazes de avaliar a gestão de oportunidades no contexto dos sistemas de gestão da qualidade?

Venha participar deste novo debate; entre por aqui.

27 de agosto de 2014

Matrizes de correlação entre a ISO 9001:2008 e a ISO/DIS 9001 (2015)

Este documento, publicado oficialmente pelo ISO/TC 176/SC 2, fornece matrizes de correlação entre a ISO 9001:2008 e o atual “Draft International Standard” (DIS) da ISO 9001 (com publicação prevista para 2015), e vice-versa.

O documento pode ser utilizado para ressaltar a localização das seções novas e revisadas.

*** NOTA DO QSP ***

As matrizes não refletem, por si sós, as diversas mudanças importantes que a nova norma ISO 9001 certamente acarretará aos sistemas de gestão da qualidade de empresas de todos os setores de atividade.

A extensão e o impacto dessas mudanças dependerão do nível de maturidade do SGQ existente na organização.

As organizações que têm apenas um certificado "pendurado na parede" deverão, seguramente, ser bastante impactadas...

Para visualizar a ISO/DIS 9001 na íntegra, baixe o aplicativo "ISO 9001:2015 et al." no endereço: http://www.qsp.org.br/app.shtml 

NOTA: para os usuários do App ISO 9001:2015 et al., recomendamos visualizar a apresentação por aqui