ISO 31000: A Nova Era da Gestão de Riscos!

6 de setembro de 2009

A Gestão Total de Riscos

Podemos dizer que a Gestão Total de Riscos* (GTR) é uma estratégia de administração de negócios que trata de todos os tipos de riscos que podem afetar uma organização, em todos os seus níveis e processos (finanças, marketing, RH, vendas, qualidade, produção, projetos, segurança, compras, logística, meio ambiente...).

Em outras palavras: a GTR é a integração do gerenciamento de riscos em todos os processos de negócio, de planejamento estratégico e de tomada de decisões, em todos os níveis de uma organização.

Isso então quer dizer que a GTR ajuda todos os gestores da empresa, entre outras coisas, a:
  • identificar os riscos que impactam os resultados operacionais e estratégicos da organização;
  • estabelecer a probabilidade e as consequências de um evento;
  • apoiar com informações a tomada de decisões sobre a melhor maneira de atingir determinados objetivos;
  • direcionar os recursos adequadamente na direção dos riscos mais elevados;
  • compreender o lado positivo e o negativo de novas atividades.
As ações tomadas para gerenciar riscos devem ser integradas aos processos operacionais e de planejamento já existentes. Como parte da tomada de decisões, a Gestão de Riscos é apoiada por outras abordagens, como a Gestão de Desempenho e a Melhoria Contínua.

Na Nova Era da GR, a galera irá gerenciar todos os tipos de riscos da organização seguindo as diretrizes da ISO 31000:2009... É esperar para ver!

(*) Preferimos, por vários motivos, criar o termo Gestão Total de Riscos (GTR) para nos referirmos à já conhecida, mas "ainda" deficiente, Enterprise Risk Management (ERM). E também para representar e sintetizar a Nova Era da Gestão de Riscos, que começou no QSP em 2003 (saiba aqui por quê) e que irá, seguramente, se consolidar com a norma internacional ISO 31000.