ISO 31000: A Nova Era da Gestão de Riscos!

9 de maio de 2010

Crise do recall da Toyota foi uma falha da Gestão de Riscos (1ª parte)

Embora eu não tenha tido acesso a documentos internos da companhia, para mim está claro que esse ruidoso caso da Toyota, que teve que fazer o recall de mais de 8 milhões de veículos, é uma enorme - e exemplar - falha da Gestão de Riscos da empresa, e não do famoso Sistema Toyota de Produção (do qual é derivado o Lean Manufacturing).

Este caso da Toyota é um excelente exemplo de corte agressivo de custos - a tal ponto de introduzir riscos adicionais significativos para a empresa!! (O que acontece quando aumenta a pressão sobre os fornecedores para cortarem mais custos?... bem, você mesmo pode imaginar...).

O que a Toyota deveria ter feito em primeira instância para se defender da crise financeira de 2008-2009? Um programa robusto de Gestão de Riscos deveria ter sido implementado (lembrando que isso deve ser parte da cultura de uma organização, e não algo pontual). Sim, se eles tivessem o hábito de reduzir todos os riscos do negócio da companhia, eles provavelmente teriam identificado vários pontos fracos e riscos oriundos da própria cultura corporativa da Toyota, de seus processos, procedimentos e estilo de gestão.

O estilo de gestão atual da empresa exige que o "Toyota Top" decida sobre tudo. Por exemplo, uma reclamação de um cliente tem que "viajar" entre vários executivos, levando semanas ou meses para ser resolvida por diferentes departamentos. Este é um claro risco/ponto fraco da empresa. Durante uma sessão de identificação de riscos, isso poderia ter sido identificado e ações corretivas poderiam ter sido tomadas...

Se a Toyota tivesse manejado adequadamente os seus riscos, em vez de pressionar seus fornecedores a cortarem mais custos (que, no final, acrescenta mais riscos, além de erodir os lucros), eles poderiam ter priorizado os processos para lidar com as reclamações dos clientes... e, muito provavelmente, o "pesadelo do acelerador" não teria se transformado nesse imenso caso de repercussão mundial.

Qual é o resultado da não aplicação abrangente da Gestão de Riscos em uma empresa? Quase certamente, o resultado final é um impacto financeiro negativo para a organização! No caso da Toyota, isso significou uma séria degradação de sua imagem (o mundo inteiro agora tem dúvidas sobre a qualidade dos produtos Toyota...), uma enorme perda de vendas potenciais e uma enorme perda financeira devido ao recall...

Continua no próximo post.