ISO 31000: A Nova Era da Gestão de Riscos!

19 de fevereiro de 2010

O que é Gestão de Crises? E qual é a sua relação com a Gestão de Riscos?

O texto abaixo é um trecho de um trabalho preparado pela parceria QSP-Aon, que dá uma ideia geral do assunto e responde a essas perguntas.

Uma situação de emergência é uma ocorrência que perturba os procedimentos habituais de funcionamento de uma organização. São eventos ou conjunto de eventos não-planejados, mas identificáveis (em uma análise de riscos), que requerem ações imediatas para controlar a abrangência de danos às pessoas, ao patrimônio, ao meio ambiente e à reputação da organização. Em muitos casos, um indivíduo ou a liderança de um departamento específico pode resolver uma situação de emergência sem o apoio de agências externas ou de outros recursos. Em outros casos, pode ser necessária uma assistência externa.

Crise pode ser definida como um evento, real ou percebido, que resulte em danos aos objetivos estratégicos da organização, e que, se não gerenciados, podem aumentar de intensidade, podendo causar grande exposição negativa da empresa, de ordem econômica, legal ou perante a mídia, exigindo atuação corporativa.

Os riscos podem resultar em cenários de emergência ou cenários de crise; estes últimos quando o impacto verificado atingir de maneira profunda os objetivos estratégicos da empresa. Cenários de emergência que podem evoluir e causar grandes perdas são considerados cenários de crise.

Convém que os responsáveis pela Gestão de Riscos façam uma diferenciação entre um problema rotineiro e o que poderia gerar uma crise. Os problemas de rotina devem ser gerenciados atuando-se nas probabilidades e deixando-se para o gerenciamento de emergências e crises aqueles riscos que não se espera que ocorram periodicamente.

Como as crises estão associadas à ocorrência de eventos indesejáveis e à repercussão de seus danos, o primeiro passo consiste em entender as principais ameaças que a empresa está exposta e as vulnerabilidades que possui, no contexto que conduza ao não-cumprimento de seus objetivos estratégicos, associados à sustentação de seus negócios.

Veja aqui como o QSP pode auxiliar sua empresa no desenvolvimento de Planos de Gestão de Crises e de Continuidade de Negócios.